Mexa-se em casa e longe do sofá

Não é por ter de ficar em casa que não se deve mexer, muito pelo contrário. É mesmo para sair do sofá.
Por: Margarida Moura

Não é por ter de ficar em casa que não se deve mexer, muito pelo contrário. É mesmo para sair do sofá.

Isolamento social obriga a ficar em casa, sim, e a resguardar-se, mas não pode ser desculpa para não fazer exercício. 
Por uma questão de saúde, deve mexer-se com frequência e lutar contra a vontade de passar o dia no sofá.

Esta dica, que também é um desafio, é para os pais e para os filhos... sair do sofá sem sair de casa. Simples.

A ideia partiu da Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil e tem como objetivo prevenir aumento da obesidade infantil durante o estado de emergência.

É sabido que o sedentarismo é umas das principais causas da obesidade infantil no nosso país, e por isso, deve mesmo ser combatido. E é aqui que entra o desafio #SairDoSofáSemSairDeCasa. 


Trata-se de seguir a necessidade diária de 60 minutos dedicados ao exercício, adaptando-o à casa de cada um de nós. Pode optar por dançar, saltar à corda, alongar, praticar yoga, ajudar nas tarefas de casa ou outra ideia que tenha, mas que implique sair do sofá. 

A Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil lançou este desafio nas redes sociais, nas quais as famílias devem publicar vídeos ou fotografias a praticar exercício físico diariamente em casa e longe do sofá utilizando a hashtag #SairDoSofáSemSairDeCasa.

Está na hora de publicar o seu. Bons treinos! 

Veja também

Recomendamos