A m80 em Direto

07h às 11h
Redação
03 maio 2021, 16:40
Partilhar

No sítio certo, à hora certa! Médico e enfermeiras fazem parto em pleno voo

Havaí Pacific Health
Uma história com final feliz e que por mera coincidência colocou uma equipa de médicos de neonatologia no mesmo voo onde seguia uma mulher que deu à luz prematuramente.

É mesmo caso para dizer que este médico e três enfermeiras estavam no sitio certo, à hora certa. Uma mulher que estava a viajar de férias com a família para o Havai acabou por dar à luz, com apenas 29 semanas de gravidez, a bordo de um avião. 

A meio do voo a tripulação perguntou se havia algum médico a bordo devido a uma situação de emergência e por coincidência uma equipa de profissionais de neonatologia estava no avião. 
Dale Glenn e mais três enfermeiras que trabalham no hospital público do Havai não hesitaram e entraram de imediato em ação. Sem equipamentos especiais para fazer um parto e para bebés prematuros foram obrigados a pensar rápido e usar a criatividade. Utilizaram atacadores dos sapatos para cortar e amarrar o cordão umbilical e mediram a frequência cardíaca do bebé através de um smartwatch

“Estávamos a tentar trabalhar num espaço muito pequeno do avião, o que foi bastante desafiante. Mas o trabalho em equipa acabou por correr bem”, afirmou o médico. 
A equipa manteve o bebé e a mãe estáveis durante quase três horas, até o avião chegar finalmente ao destino. 

 

O momento ficou ainda eternizado num vídeo publicado na rede social Tik Tok e que se tornou viral. Um dos passageiros filmou o momento em que o piloto avisou que a passageira que tinha precisado horas antes de assistência médica tinha afinal dado à luz. Os passageiros festejaram e aplaudiram a vinda do pequeno Raymond. 

 

@juliabernice

It’s the ‘baby being born while we’re above the Pacific Ocean’ for me

? original sound - Julia Hansen

A mãe, Lavinia “Lavi” Mounga terá imaginado um parto completamente diferente, mas a verdade é que Raymond Mounga decidiu que a melhor hora para nascer era a bordo de um avião e a caminho do Havai. 
Os dois encontram-se bem e o bebé ainda vai permanecer durante algum tempo no hospital para ser observado. O médico e as enfermeiras que ajudaram a fazer o parto fizeram, entretanto, uma visita ao hospital, num momento que ficou marcado por muita emoção. 
“Começámos todos a chorar. Ela (a mãe do bebé) disse que éramos família e que a partir de agora considerava-nos como tios dele”, contou Mimi Ho, uma das enfermeiras. 

 

RÁDIOS DIGITAIS